FARELO DE ARROZ

Utilização de farelo de arroz na nutrição de bovinos de
corte


A queda nas margens de lucro da pecuária de corte devido ao
grande aumento dos custos de produção fez a viabilidade
econômica do sistema depender da diminuição nos custos de
produção, e com isso, a procura por alternativas
alimentares mais baratas passou a ser primordial, já que a
alimentação é o custo mais al ...

 

Utilização de farelo de arroz na nutrição de bovinos de
corte


A queda nas margens de lucro da pecuária de corte devido ao
grande aumento dos custos de produção fez a viabilidade
econômica do sistema depender da diminuição nos custos de
produção, e com isso, a procura por alternativas
alimentares mais baratas passou a ser primordial, já que a
alimentação é o custo mais alto dentro do confinamento. Com
isso, a utilização de resíduos agroindustriais para
alimentação de bovinos passou a ser uma boa alternativa
para a produção de carne, além de ser solução para os
problemas ambientais causados pelos resíduos
agroindustriais.

Porém, para a utilização de resíduos na alimentação de
bovinos, alguns fatores devem ser levados em consideração:
a proximidade da produção dos resíduos (agroindústrias) e
dos animais a serem alimentados, características
nutricionais do produto, custo de transporte e necessidade
de processamento dos resíduos. Além dos fatores citados
acima, outra característica de produção deve ser observada
para o uso de alguns subprodutos industriais, é a
sazonalidade na disponibilidade desses resíduos.

Os subprodutos da industrialização do arroz são resultantes
da retirada da casca e limpeza do arroz marrom, necessária
para a produção do arroz branco. Na preparação do arroz
branco, obtém-se um subproduto chamado farelo de arroz, que
pode ser composto por 30 % de arroz polido e 70 % de
farelo. As proporções de arroz polido e farelo de arroz têm
um efeito crucial no valor nutricional.

O farelo de arroz integral é oriundo do processo de
polimento dos grãos de arroz, quando são removidas as
camadas do pericarpo e tegumento, além de partículas
remanescentes da casca, normalmente acrescenta-se o
“brunido”, constituído da porção amilácea interna e da
camada aleurona. A adição da casca ao farelo de arroz
integral aumenta seus teores de sílica, lignina e fibra
bruta, o que deprecia o seu valor nutritivo.

A fim de monitorar o nível de adulteração do farelo de
arroz integral pela inclusão de casca, deve-se considerar
os seus níveis de fibra bruta e matéria mineral, os quais
não devem exceder a 12 e 10%, respectivamente.

A presença de elevada quantidade de gordura, constituída
principalmente de ácidos graxos insaturados, predispõe a
peroxidação, favorece a multiplicação de fungos produtores
de aflatoxinas, bem como, a rancificação oxidativa,
comprometendo a qualidade do ingrediente e dificultando o
armazenamento de grandes quantidades. Estes problemas podem
ser minimizados pelo uso do calor, antioxidantes ou pela
extração do óleo.

Avaliando-se o desempenho de bezerros alimentados com cana-
de-açúcar, melaço e uréia, suplementados com 0,4; 0,8;
1,2kg de farelo de arroz intergal/animal/dia, detectou-se
que a taxa de crescimento teve correlação direta com o
nível de suplementação, assim para cada 100g de farelo de
arroz integral oferecido, os animais ganharam 100g/dia de
peso vivo (Costa et al. 2005). A inclusão do farelo de
arroz integral em rações para bovinos até 20%, mantendo-se
a dieta com no máximo 4,5% de gordura, potencializa o
aproveitamento de proteína e energia, refletindo
positivamente no desempenho animal. Níveis acima de 20% na
matéria seca da ração total levam a queda na ingestão total
de matéria seca e, conseqüentemente no ganho de peso dos
animais (Bermudes e Peixoto, 1997).

O farelo de arroz desengordurado resulta da extração do
óleo do farelo de arroz integral, representando cerca de
82% seu peso. Deve conter no máximo 2% de gordura bruta,
12% de fibra bruta e no mínimo 16% de proteína bruta. A
inclusão do farelo de arroz desengordurado na dieta de
ruminantes fica limitada a 1,5 kg/dia para vacas em
lactação, 20% nas rações para bezerros e até 40% nas de
animais em engorda.

Bezerros desmamados que receberam silagem de milho e cana-
de-açúcar como volumoso e concentrado com níveis crescentes
de farelo de arroz desengordurado (0,5; 1,0; 1,6
kg/animal/dia) em substituição ao milho, apresentaram
ganhos de peso superiores (529g/animal/dia) no nível mais
alto de participação do farelo de arroz desengordurado.
Como o farelo de arroz, tanto desengordurado como integral,
apresenta em torno de 10 vezes mais fósforo (P) que cálcio
(Ca), deve-se promover a adição de fontes de Ca à dieta de
animais suplementados com estes subprodutos (COSTA et
al.2005).

Vaz e Restle (2005) avaliaram diferentes níveis de inclusão
de farelo de arroz integral para bovinos de corte
confinados, até o nível de 14% na matéria seca total da
dieta, não observando problemas digestivos, de ganho de
peso, acabamento e características de carcaça.

RESERVAMOS O DIREITO DE VENDA OU ALTERAÇÃO DE PREÇO
SEM PRÉVIO AVISO.

There are many variations of passages of Lorem Ipsum available, but the majority have suffered alteration in some form, by injected humour, or randomised words which don't look even slightly believable. If you are going to use a passage of Lorem Ipsum, you need to be sure there isn't anything embarrassing hidden in the middle of text. All the Lorem Ipsum generators on the Internet tend to repeat predefined chunks as necessary, making this the first true generator on the Internet. It uses a dictionary of over 200 Latin words, combined

  • Research
  • Design and Development
  • Porting and Optimization
  • System integration
  • Verification, Validation and Testing
  • Maintenance and Support

ANUNCIANTES

OUTROS PRODUTOS

Conheça a todos os produtos.

  • REF.50058 PULVERIZADOR ADVANCE

    REF.50058 PULVERIZADOR ADVANCE

  • Marina Batista Marinho Dr. veterinária

    Marina Batista Marinho Dr. veterin

  • Colheitadeira New Holland

    Colheitadeira New Holland

  • REF.30.149 MIMERADORA DE OURO,COM GRANDE POTENCIAL..

    REF.30.149 MIMERADORA DE OURO,COM G

  • AGRADECIMENTO AO  PRODUTOR RURAL

    AGRADECIMENTO AO PRODUTOR RURAL

  • ESTAMOS COMPRANDO SORGO

    ESTAMOS COMPRANDO SORGO

  •  4 Colheitadeira de algodão John Deere ano 2004

    4 Colheitadeira de algodão John D

  • FARELO DE AMENDOÍ

    FARELO DE AMENDOÍ

  • REF.50059 PLATAFORMA STARA

    REF.50059 PLATAFORMA STARA